Buscar

Inteligência Artificial como aliada na correção de redações do Enem




Usar a tecnologia dos dados é possível também no ambiente educacional, sendo uma ferramenta poderosa para atingir objetivos. Pesquisadores da USP desenvolveram um aplicativo que usa a Inteligência Artificial para corrigir as redações do Enem - Exame Nacional do Ensino Médio, tendo como objetivo ajudar os estudantes a escrevem redações aprimoradas e atingirem a melhor nota. A ferramenta chega como uma facilitadora tanto para os estudantes quanto para os professores.


O Corretor Inteligente de Redações Automático - CIRA, foi desenvolvido com Inteligência Artificial e Machine Learning, sendo capaz de identificar erros que vão de gramática à concordância nas redações, auxiliando nesse preparo para provas de redação, com foco no Enem.


Os dados como parte fundamental do processo de desenvolvimento


Foram mais de 100 mil redações que, corrigidas e pontuadas pelos professores com base nas regras do ENEM, foram analisadas e transformadas em dados aplicados ao Machine Learning - aprendizado de máquina, desenvolvendo assim um sistema inteligente, capaz de identificar o que deve se considerar na hora da correção. Com isso, além de gerar a nota da redação, o aplicativo usa a inteligência para orientar com sugestões de melhorias nos textos e disponibiliza estatísticas sobre eles.


O CIRA pode ser acessado de forma gratuita pelo aplicativo ou pelo site. A grande mente por trás dessa tecnologia é Gabriel Nogueira, estudante da USP, que contou com o apoio de João Vitor Ramos e orientação de Osvaldo Novais de Oliveira Jr.




Gostou desse conteúdo? Deixe seu like e compartilhe.